• contato@aplerj.com.br

Manifesto CELPE-BRAS

2018

Manifesto da APLE-RJ em defesa do Celpe-Bras

Associação dos Professores de Português para Estrangeiros do Estado do Rio de Janeiro que tem, entre seus objetivos, o de contribuir para a expansão e consolidação dessa área de ensino e pesquisa, manifesta sua grande preocupação com a alteração do calendário de aplicação do exame Celpe-Bras em 2018 que, por ora, traduz-se no cancelamento da aplicação do exame normalmente realizada no primeiro semestre e na incerteza quanto ao calendário da aplicação para o ano corrente.

O Estado do Rio de Janeiro conta com dois Postos Aplicadores do Celpe-Bras – UFRJ e UFF – que figuram entre os pioneiros na implantação, consolidação, divulgação e aplicação do exame. Neles atuam professores e pesquisadores altamente comprometidos com a qualidade, expansão e visibilidade internacional desse exame.

A decisão tomada em relação ao calendário de 2018, portanto, atinge e aflige todos os profissionais que, ao longo dos 20 anos de existência do Celpe-Bras, vêm desenvolvendo – no exterior, no Brasil e, em nosso caso particular, no Estado do Rio de Janeiro – um trabalho regular, planejado, consistente e de reconhecida qualidade. Trata-se de profissionais que vêm continuamente atuando como membros da Comissão Técnico Científica do Exame, pesquisadores, elaboradores, aplicadores, avaliadores de provas orais e escritas do exame, professores de português para estrangeiros que preparam os inúmeros candidatos interessados em obter a certificação Celpe-Bras. Cumpre destacar que muitos desses candidatos são encaminhados aos cursos oferecidos por nossas IFES pelo Ministério da Educação e pelo Ministério das Relações Exteriores, no cumprimento de acordos de cooperação internacional.

A APLE-RJ faz sua a preocupação de todos esses agentes e dá voz a todos esses profissionais que, no âmbito do Celpe-Bras, estão empenhados em desenvolver – com qualidade, responsabilidade e muita persistência – ações efetivas e contínuas no bojo de uma política de internacionalização da língua do Brasil.

 Niterói, 6 de abril de 2018

Diretoria da APLE-RJ